Em momentos de angustia e aflição o que fazer?


Quando tudo a nossa volta parece que não tem solução, quando há uma doença terrível, uma dificuldade insolúvel, quando tudo que tentamos é inútil, recorremos à prece. E em tempos de crise é o que mais fazemos. Só que até isso parece  não resolver. Por quê?

Orar e suplicar a Deus, aquele que a tudo e a todos atende com respostas e sinais que precisam ser entendidos para atingirmos o objeto de nossa busca, é algo que precisamos aprender e por em prática todos os dias de nossas vidas como nos ensina  Shoghi Effendi:

A oração não deve ser simplesmente a mera repetição de palavras, mas devemos meditar sobre o que estamos pedindo ao Senhor. Em seguida a oração permanecermos em silêncio, por alguns minutos, num estado de contemplação é essencial.

Quando estivermos nesse estado contemplativo procuremos chegar a uma decisão que deve ser mantida. Pode parecer quase impossível de ser realizada, mas, se parece ser uma resposta à oração ou uma maneira de resolvermos o problema, então devemos seguir em frente e executar a decisão. É aqui, que muitos de nós falhamos. A decisão, de onde estava nascendo a determinação, é destruída e, ao invés disso, se transforma num desejo remoto.

Quando nascer a determinação então, devemos agregar a fé e a confiança de que o poder fluirá através de nós, mostrando o caminho certo, abrindo as portas, que o pensamento, o livro, a mensagem certas nos serão dadas.

Mantermo-nos confiantes e a coisa certa virá para suprir nossa necessidade.

Então ao terminarmos a oração devemos agir, agir como se tudo já tivesse sido respondido.

Devemos agir com energia incessante, incansável. E, à medida que agimos, nos tornaremos um imã que atrairá mais poder para o nosso ser, até que nos tornemos um canal desobstruído, para que o poder divino flua através de nosso ser.

Muitos oram, mas permanecem até a contemplação e, não tomam decisão alguma. Alguns meditam e chegam a uma decisão, mas falham em mantê-la. Poucos têm a determinação para levar a cabo a decisão e, menos ainda, têm a confiança de que a coisa certa para atender suas necessidades virá. Porém, quantos de nós nos lembramos de agir como se tudo já tivesse sido respondido?

Como são verdadeiras as palavras do sábio persa ‘Abdúl’Bahá :

“Maior do que a oração é o espírito no qual é recitada, e maior do que a maneira como é recitada é o espírito no qual ela é posta em prática.”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s