ESTÓRIAS DE VANVAN – O CASO DO DENTISTA


O caso do dentista


Sabe,
uma das maiores conquistas do ser humano é adquirir a linguagem
verbal, depois, a escrita.
Sabendo essas duas, podemos promover grandes
diferenças e contribuições ao mundo.
Ninguém é mais o mesmo quando
conquista a posição de falante e logo, a de escrevente.
Eu, por
exemplo, pude perceber diferenças notáveis na minha vida quando dominei
a fala e a escrita.
Primeiro porque eu era muito linguaruda e
extremamente tagarela, segundo porque podia escrever cartinhas,
bilhetes e até cartaz.
Sinto que ler e escrever significou para mim, a
maior independência já conquistada em todo os meus 6 anos de vida.
Com
o domínio da fala, eu promovia intrigas, confusões, mal-entendidos,
inimizades (só coisas bacanas no seio da família e por onde passava).

Era incrível a minha capacidade de dramatizar e fomentar discussões.

Mas posso jurar de dedos cruzados e pés juntos que eu não fazia nada
por mal.
Um vez, por exemplo, na sala de espera do consultório do
doutor Belém (o dentista), como eu não tinha paciência de esperar, notei que a
recepcionista do dentista, uma senhora, baixinha e forte (no nordeste a
gente não fala que a pessoa é gorda; ela é forte) com cabelos
branquinhos, estava demorando muito lá dentro com o doutor.
Eu, sem
aguentar esperar mais aquela demora de 15 minutos, comentei com os
demais: "acho que eles estão namorando lá dentro."
Meu Deus,um comentário
tão inocente…juro que não falei alto… e não é que a senhora ouviu?

Ela saiu do consultório com dois quentes e um fervendo pra cima de mim.

Se não fosse o fato de eu ser uma criança de 7 anos, ela teria
arrancado meus dentes no tapa e feito todo o serviço do doutor Belém,
sem anestesia.
Ela me falou tanto desaforo que eu prefiro não
reproduzir.
Mas eu também não me dei por vencida, não, assim que ela
virou as costas, eu comentei com minha prima-acompanhante, bem baixinho
mesmo, pra garantir que a senhora ofendida,não ouvisse nada.
"Tá vendo? Se fosse mentira minha, ela não estaria tão nervosa…"

 Vânia Marcondes

"É melhor guiar uma só alma do que possuir tudo que está na Terra." Dos Escritos
Bahá’ís.


Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s