Sentindo


Escrever para expressar o que sinto
O que sinto é inenarrável, não posso sentir e descrever
Sinto de maneira intensa, sinto e as palavras somem num labirinto
Sentir como sinto é doer na pele, é doer onde não pode mais doer.

Há que se inventar palavras para descrever o sentido
Há que se sentir primeiro para escrever depois  se for capaz
Sentimento pronfundo que não pode ser encontrado nem mesmo contido
Sentimento superficial que nao pode ser capturado é fugaz
 
Se disser que é nuvem, não pode ser ela é cheia de graça
Se disser que é pó, não pode ser ele é cheio de vida
Não é nuvem nem pó, ele então se disfarça
Nem pó, nem nuvem, seria a aberta ferida?

Sentimento que atravessa o corpo e atinge a alma
Nasce de lugar desconhecido e atinge o indescifrável
Entre as entranhas revolvidas muda, agita, acalma.
Transgride as leis, os tabus, leva a loucura é indomável.


Diógenes Marcondes

www.diomarcon.spaces.live.com
http://www.bahai.org.br/amor/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s